Diário de uma Emigrante

por:
Catarina Correia

Natural Santarém, desde pequena que sempre soube que aquilo que mais gosta de fazer, é ler e escrever. Em 2013 emigrou para a Islândia, é nessa altura que cria o Diário de uma emigrante portuguesa onde conta as suas aventuras e aprendizagens. Trabalha numa fábrica de chocolates e é cronista no Coração Luso.


A miúda de 21 anos que meteu as malas às costas...

1
Estou perto mas sinto-me longe, dois anos depois tenho em mim a certeza que não vim inteira. Se é possível ter a alma partida...

Regressar depois de emigrar

1
11 meses depois de chegar “a casa” percebi que serei sempre uma emigrante... Foi um ano duro, cheio de aventuras, com algumas dúvidas, dias...

Diário de uma emigrante

2
Senti uma vontade inevitável de falar do passado, de recordar o dia em que aqui cheguei e o quanto as coisas mudaram, o quanto a vida mudou, o quanto eu mudei com a vida...
diam Praesent lectus dolor. accumsan dapibus