Patrícia Colaço

0
Patrícia Colaço

Patrícia Colaço, natural de Lisboa, cantora. Há 14 anos mudou-se para Madrid. Em 2001, depois de participar no Festival da Canção e tendo alcançado o segundo lugar, com um tema intitulado “Choro no fado”, o fado entrou na vida da cantora.

“ Desse projecto nasceu um disco que me abriu as portas para uma paixão pelas sonoridades lisboetas sempre misturadas pelas minhas outra influências lusófonas.” 


Cantar fado fora de Portugal tem outro sabor

“É uma oportunidade de trazer um pouco da nossa cultura tão valiosa para um público que está muito receptivo a aprender e a escutar”. 


Voltar a  Portugal não está nos planos, para já Madrid é o seu lugaer, com o fado vai andar por Espanha, Portugal e França.

“Para mim o fado é um motor dentro de uma engrenagem maior. O meu recente trabalho tem o fado como base, mas voa para outras sonoridades que fazem parte da minha vida como os sons de África, Brasil e agora Espanha”.

De momento, a fadista está a finalizar a gravação do novo projecto “Descalza” que conta com  participação produtor e arranjador Sergio Menem, Diego Ebbeler, João Frade, José San Martin, Lucas Gonzalez e Martin Bruhn.

 Para quem quiser contribuir para este trabalho discográfico pode contribuir através da plataforma de crowdfounding onde pode comprar previamente o disco ou adquirir  alguns dos packs que a artista preparou. 

Voltar a Portugal não está nos planos.

Por agora não. Madrid é o meu lugar de momento. Mas Portugal está sempre comigo e faz parte das minhas viagens comuns e de alguns projectos futuros.

Artigo anterior Ganhe um cabaz de produtos portugueses
Próximo artigo Férias em Portugal
É a mentora do Coração Luso. Licenciada em Jornalismo e Comunicação, pós-graduada em Jornalismo e mestranda em Jornalismo, Comunicação e Cultura. Foi na Rádio que começou, chegando a colaborar com a Rádio Renascença. Na televisão passou pela RTP2, TVI e, mais recentemente, RTP Internacional. É apaixonada por histórias, gosto que herdou do seu avô. É emigrante no Reino Unido.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

nunc vel, eleifend elit. luctus ipsum nec adipiscing suscipit Donec ut elementum