Quem é o português que venceu o Got Talent na Polónia

Gonçalo Roque venceu o Got Talent polaco

0
105

Tem 30 anos é natural de Samora Correia. Há 10 saiu pela primeira vez para trabalhar fora de Portugal. Hoje é uma estrela da acrobacia.

Tinha 11 anos quando começou a praticar ginástica acrobática, um interesse que surgiu ao acaso através de amigos, um dia decidiu experimentar e nunca mais parou.

“Foi aí que me apaixonei completamente pela modalidade e pelo espírito de família que aquele desporto me trazia.”

Muito antes do reconhecimento que o Got Talent lhe trouxe, Gonçalo Roque já tinha arrecadado diversos prémios. A recordar, foi campeão nacional de Ginástica Acrobática várias vezes,  campeão Europeu duas vezes ( 2011 e 2013 ) venceu taças do mundo e foi 1ºlugar no ranking das Taças do Mundo em 2013.

Formado na Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, no ramo de Educação física – exercício físico e saúde. Mudou-se para Lisboa aos 20 anos para estudar e treinar no Ginásio Clube Português, onde mais tarde viria a ser treinador da classe de competição de Ginástica Acrobática. Satisfeito com a vida que levava em Portugal mal poderia imaginar que um dia um convite viria a mudar o rumo da sua carreira profissional. 

“Para mim, estava esclarecido que queria ficar em Portugal a viver e a trabalhar, pois nunca imaginei o que estaria para vir”.

Em 2015, dois anos depois de ter parado de treinar, recebeu  via facebook um convite para fazer parte de um projeto em Maiorca. Um show, chamado “Pirates Adventure”, estavam à procura de uma pessoa para trabalhar oito meses com Kinga, a ginasta polaca com quem ganhou o Got Talent. 

“Deram-me 24h para decidir se queria aceitar ou não e foi aí que toda a minha vida mudou”

Com a família sempre a torcer por ele, Gonçalo confessa que surpreendeu tudo e todos com a decisão de partir, pois nunca tinha manifestados vontade em participar em qualquer  show, mas o apoio foi a 100%. Depois de 8 meses a trabalhar em Maiorca, surgiu a oportunidade de fazer dupla com Kinga e ir para Hong Kong e Austrália por dois meses, para fazer um novo show e a partir daí nunca mais pararam e hoje são o duo “Destiny”.

Austrália , Hong Kong, China, Japão, América, Europa foi por onde a dupla já passou, fizeram shows no Moulin Rouge em Paris ( onde vão regressar no ano de 2021 e 2022 ) em Maiorca, Cruzeiros ( Celebrity Cruise Lines e Norwegian Cruise Lines – o qual fizeram parte da Europa, Nova York e Caraíbas ) e ainda, no Cirque Adrenaline, Cirque La Nova e neste momento estão na Áustria, num show chamado Palazzo.

Gonçalo recorda, no entanto, que no início, a dupla tinha apenas pequenas participações com pouca relevância, mas ambos os ginastas queriam mais.

“Começamos a treinar no máximo que podíamos, todos os dias, a tentar desenvolver pois achávamos que tínhamos potencial.  Um ano depois, já haviam shows que contratavam o nosso número.”

Gonçalo não é novo nestas andanças de concursos de talentos. Em 2012, já tinha sido finalista, juntamente, com Sofia Rolão no programa “Portugal tem Talento”. A decisão de participar no Got Talent polaco foi, maioritariamente,  afetiva. Mostrar à família e amigos da parceira de palco, Kinga, o trabalho quem ambos desenvolviam. A juntar a isso, esteve a oportunidade de mostrar a performance ao grande público polaco. Vencer nunca foi o objetivo, contudo a passagem de cada etapa ia indiciando que isso poderia acontecer.

“à medida que fomos passando as fases de eliminação e fomos percebendo que as pessoas gostavam realmente do nosso trabalho, fomos pensando que isso seria uma hipótese.”

Vencer este concurso sendo português foi um sonho para Gonçalo que descreve a sensação como sendo indescritível.

“Todo o apoio que tivemos, sendo vindo da Polónia ou Portugal, não tem palavras. Eu senti-me em casa, mesmo estando a milhares de quilómetros, foi um sonho tornado realidade.”

A participação no concurso já trouxe frutos para a dupla que não tem parado de receber convites para galas e alguns shows.

“Abriu-nos portas para outro mercado, o que vamos tentar aproveitar ao máximo.”

Gonçalo continua a sonhar, o maior de todos é continuar a fazer o que gosta. No que toca a projetos, o show Moulin Rouge em Paris e a nova produção do Cirque du Soleil já estão certos. Chegar a Las Vegas é o objetivo. 

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.